Todos os Diretos Reservados a CBLLD

Produzido pelo Grão Mestre Eugenio Tadeu

Historia da Luta Livre Esportiva no Brasil

           Mestre Tatu

 

Euclydes Hatem, o Mestre Tatu - Rio de Janeiro, 16 de Setembro de 1914; Rio de Janeiro, 26 de Setembro de 1984 - foi um lutador brasileiro muito conhecido durante as décadas de 1930 a 1950 e um dos personagens fundamentais para o desenvolvimento do que veio a ser conhecido como Luta Livre Brasileira, um estilo totalmente adaptado e desenvolvido no Brasil.

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 16 de Setembro de 1914, descendente de libaneses, filho de pais comerciantes. Quando criança, por ter sido um garoto gordinho – chegou a pesar 114 kg - ganhou o apelido de Tatu e, por este motivo, aos 14 anos, em 1928, foi levado por seu irmão Eduardo Hatem a prática do Remo com o objetivo de perder peso. Não conseguindo seu objetivo neste esporte, passa, a partir de 1930, a praticar Luta Livre na Associação Cristã de Moços, onde começou a treinar e se dedicar ao esporte que julgava ser seu ideal de vida. Este seria o "seu" esporte onde usava sua força e garra. Assim começou uma série de lutas até tornar-se profissional e campeão, somando vitórias através dos tempos. Percorreu tablados do mundo, abatendo quantos lhe surgiam na frente. Derrubando campeões invictos de todo o mundo.

           Fausto Brunocilla

Durante toda a sua vida, no meio da Luta, Mestre Tatu fez muitas amizades e formou muitos lutadores. Em especial na Cidade do Rio de Janeiro, onde começou a dar aulas depois que se aposentou dos ringues. Sua equipe competia nos circuitos esportivos de Luta Livre, Luta Livre Olímpica e Vale Tudo. Lutadores de Judô e Luta Romana logo se juntaram ao grupo. Entre seus alunos, encontramos nomes como Mauro Gonzaga, Hugo Mello, Ricardo Calmon, Baianinho, Álvaro Alemão, René Bastos e muitos outros, sendo que, alguns desses, chegaram a disputar lutas de Vale Tudo contra a Academia Gracie no final década de 50. Dois alunos ilustres deram continuidade a dinastia de Hatem.

 

Fausto Brunocilla e Carlos Brunocilla.

Mestre Fausto Brunocilla foi um dos mais ilustres alunos do Mestre Tatu. Aluno direto do Mestre, ajudou a treinar e formar vários outros lutadores, alguns muito conhecidos.

 Fausto era um aluno aplicado e logo se destacou como lutador. Quando Mestre Tatu adoeceu, Fausto assumiu a liderança da equipe, continuando o trabalho iniciado por Tatu. Durante muitos anos, Fausto deu aulas e formou muitos alunos, em especial seu filho Carlos Brunocilla.

Mestre Fausto morreu no início da década de 80 deixando seu legado nas mãos de Carlos Brunocilla.

Carlos Brunocilla

Mestre Carlos Brunocilla, o popular “Carlinhos”, foi responsável por continuar o legado deixado por Tatu e seu pai Fausto. Carlinhos, em 1979, já era campeão Brasileiro de Luta Livre. Competidor técnico, logo se tornou um grande professor, seguindo os passos do pai e formando nomes sagrados no mundo da Luta Livre.

Mestre Carlinhos treinava lutadores que competiam na Luta Livre e no Vale Tudo. Também foi responsável por difundir a Luta Livre em diversos Estados Brasileiros, em especial o Amazonas, onde existe uma legião de lutadores. Chegou a implantar a Luta Livre nos Estados Unidos e Japão. Entre outros, Carlinhos foi responsável por nomes como Hugo Duarte, Eugênio Tadeu, Denilson Maia, Marcelo Mendes, Flávio Molina, Marco Ruas, Marcelo Bertolutti, João Bosco, Carlos Bigú e muitos outros.